Dicas

CUIDADOS PARA CABELOS OLEOSOS.

Olá pessoal, andei um pouco sumido, mas é devido a correria do meu dia a dia, Studio bombando ( graças a Deus), quase que não tenho tempo livre para lazer, porque o pouco que sobra eu durmo ( ai como amo, rsrs), massssss , amo escrever aqui e deixar vocês por dentro das news, e também amo poder ajudar  e tirar dúvidas,  então, preparei um post super legal.
Na verdade, a partir  de agora, vou falar bastante sobre as dúvidas que as minhas clientes tem no Studio, acredito que sejam dúvidas frequentes pelo mundo também.

O que seria cabelos oleosos?
Os cabelos oleosos normalmente são gordurosos, pesados, finos e sem volume. Chegam ao final do dia grudados na cabeça e com aspecto sujo.
Como  cuidar e evitar?
Para um bom cuidado, o primeiro passo importante é a limpeza: ela deve ser feita diariamente e com muito critério para não comprometer ainda mais a função equilibrante das glândulas.
Porque isso acontece ?
O excesso de oleosidade ocorre quando as glândulas sebáceas produzem uma quantidade de oleosidade maior do que a necessária. Este problema pode ainda ser piorado devido a alterações hormonais ou estresse.
A excessiva oleosidade capilar tem sido apontada com frequência como um importante causador de queda de cabelo. A limpeza adequada e a correta estimulação do metabolismo capilar são aliados fortes no combate à queda.
CUIDADOS.

Existem alguns cuidados que ajudam a controlar a oleosidade do cabelo. Com algumas poucas mudanças de hábitos, você já poderá notar melhoras.
  • Procure manter os cabelos sempre soltos, evitando o uso de boinas, lenços, toucas ou chapéus que possam impedir a ventilação do couro cabeludo.
  • Não passe as mãos ou escove muito os cabelos. Evite também massagens no couro cabeludo. Esses são hábitos que estimulam a produção de óleo.
  • Lave os cabelos diariamente: limpeza é fundamental.
  • Use shampoos adstringentes, com pH neutro ou os específicos para cabelos oleosos. O ideal é alternar.
  • Use shampoo antirresíduo ou esfoliante capilar uma vez por semana.
  • Ao passar máscaras hidratantes, condicionadores e leave-in, passe sempre da metade da raiz até as pontas: jamais passe no couro cabeludo.
  • Evite água quente, pois a alta temperatura resseca os cabelos e, por isso, estimula a produção de mais oleosidade.

Causas da Oleosidade.

A causa desse problema é de ordem genética, mas alterações hormonais e estresse podem agravar o problema. A oleosidade se dá pela produção de glândulas sebáceas que normalmente entram em hiperatividade por alguma disfunção endócrina ou até mesmo por um processo de atividade exacerbada por fatores genéticos.
Tratamento.

Para se livrar desse incômodo constante e diário, o recomendado é procurar uma clínica especializada em tratamento capilar para que o terapeuta possa analisar o couro cabeludo. A oleosidade excessiva, quando genética, não tem cura: por isso é recomendado um tratamento para controlá-la. Aqui no Studio, eu faço já essa avaliação na consulta, indicando esse problema, já no cadastro de anaminese capilar.
No mundo da cosmética já existem shampoos e loções indicados especificamente para esse tipo de cabelo. Eles removem os resíduos sem ressecar tanto os fios. Shampoos anti-caspa também ajudam e, se o caso for grave, o Terapeuta vai indicar um dermatologista, que pode receitar também medicamentos via oral.

Pré-Shampoo.

O pré-shampoo nada mais é que um shampoo de ação mais astringente usado pra primeira lavagem. Ele é indicado para todos os tipos de cabelo, mas os cabelos oleosos se beneficiam ainda mais, pois ele serve para proteger os fios. Então, para quem lava os cabelos todos os dias, usar o pré-shampoo ajuda na proteção do fio, evitando a quebra.
O pré-shampoo vai fazer a “limpeza pesada”: remover resíduos e oleosidade em excesso, o que nem sempre o shampoo de tratamento consegue fazer. É um produto com propriedades nutritivas que prepara o cabelo para receber o shampoo, desembaraçando os fios. Ele evita a quebra, deixa o cabelo mais maleável, macio e brilhante.
Existem as versões mais transparentes que ajudam na limpeza extra, e a versão em creme e óleo que tem a função de proteger os fios.

Dicas de Pré-Shampoo.


No caso , eu indico sempre minhas clientes a irem a uma perfumaria e adquirir um shampoo neutro, comercial, porque no Studio só trabalhamos com linha profissional, não acho viável, o cliente usar um shampoo hidrante profissional, demasiadamente, fazendo isso um desperdício.
Então, sim, eu indico pagar mais barato de um shampoo para tirar a gordura do fio e do couro, lavar pelo menos 2 x e em seguida lavar com o shampoo indicado para o seu cabelo de uso profissional.


Shampoo para Cabelos Oleosos.

Shampoos específicos para cada tipo de cabelo não são um mito: há estudos para desenvolver cada produto, e eles realmente tendem a ser melhores para aquele tipo de cabelo específico. Os para cabelos oleosos possuem tensoativos, ou seja, substâncias encarregadas de se ligarem a gorduras e sujeiras e levá-las embora com o enxágue. O Lauril Sulfato de Sódio (ingrediente comum nos shampoos) é um tensoativo que age como um potente agente desengordurante. Para quem tem fios bem oleosos, o Lauril Sulfato de Sódio, proporciona limpeza e remoção do óleo dos cabelos.
Porém, é importante lembrar que da mesma forma que o tensoativo remove a oleosidade dos fios, também acaba ‘limpando’ a gordura natural que mantém os fios mais hidratados. Ao remover esses componentes, os cabelos podem ficar ressecados. Para opções mais suaves, uma boa ideia são os shampoos sem sulfato.

Dicas de Shampoo para Cabelos Oleosos.


Eu indico Pure Resource da L’Oréal Professionnel.


Shampoo a Seco.

O shampoo a seco é uma espécie de talco que ajuda a retirar o excesso de sebo do couro cabeludo. Ele é o melhor amigo dos cabelos oleosos. Mas, atenção: ele só deve ser usado em emergências ou compromissos de última hora. O uso do shampoo a seco nunca deve ser estimulado como um hábito de vida diário. A substância utilizada para a sua formulação é o amido de alumínio, que ajuda a absorver a oleosidade e melhorar o brilho dos cabelos, mas não substitui uma lavagem por não remover a sujeira.
Usar este tipo de produto constantemente também gera resíduos que podem ajudar a obstruir a saída dos poros de oleosidade, o que pioraria o quadro.
Ideal para ser usado entre as lavagens convencionais. Elimina o excesso de oleosidade da raiz. O shampoo a seco ajuda disfarçar a oleosidade dos fios, deixando-os com aparência de limpos, soltos e com volume natural. Ele ainda neutraliza os maus odores e dá sensação de frescor ao couro cabeludo.
Como usar?
Agite o frasco e borrife o shampoo nas raízes do cabelo seco, a cerca de 30 cm de distância. Com as pontas dos dedos, massageie, e, depois, penteie como de costume. Não utilize o shampoo a seco por mais de 1 dia seguido; ele deve ser usado em ocasiões esporádicas.

Dicas de Shampoo a Seco.


Eu indico o Fresh Dust da L´Oréal Professionnel.
Galera todos os produtos aqui comentados, vocês encontram no meu Studio, qualquer duvida é só contatar, ok!!!
Até a próxima.
Mostrar mais

João Marcos Scardoelli

Visagista, Hairstylist e Educador de L’Oreal Professionnel; " busco descobrir a estrela que existe em você".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios